FORM LABORATORY



Form Laboratory foi concebido pelo artista norte americano Les Joynes em 1996. Trata-se de uma série de exposições que circula em diferentes cidades e museus/centros de arte, explora culturas localizadas por meio de objetos, que são recolhidos e reprocessados em novas criações. Inspirado no modelo arqueológico, Form Laboratory dá-se como escavadores garimpando objetos encontrados de uma comunidade e trazendo-os a um espaço de arte; um sistema de produção que usa esses objetos encontrados para a produção de novos artefatos híbridos; e um artefato-arquivo que espelha a comunidade. “Um museu dentro de um museu”, Form Laboratory permite que o espectador não apenas veja os artefatos como objetos acabados dentro do espaço real, mas também de dentro da mente do artista, onde a concepção e gênese de um artefato pode ser observada como processo. Para a exposição em São Paulo, Joynes convida Kabila Aruanda para realizar conjuntamente uma performance. O encontro do artista com o babalorixá cria um diálogo baseado no processo de confecção dos objetos, que inclui o rito e a memória. http://www.formlaboratory.com/